O alfabeto entrou em campo!

Cada uma das 26 letras foi escalada para contar e recontar alguns momentos do evento mais importante do futebol, por ocasião da Copa do Mundo na África do Sul (a letra A). Depois o B contava de “Bola fora” com um vídeo como se fosse da época do cinema mudo; o D era drible, o I era de Jardim Irene, o bairro da cidade de São Paulo que Cafu homenageou na conquista do Penta.

Cada sala teve vida própria: o que, aliás, deve propiciar sempre um museu-experiência, como é o Museu do Futebol. Fatos conhecidos e inusitados misturaram-se em linguagens variadas e num percurso labiríntico, dentro de uma “casa maluca!”

Cumpria-se aí a finalidade de informar sobre fatos geopolíticos e aspectos culturais que fazem parte das Copas, assim como despertar a curiosidade e a participação.

QUANDO: De 31/5/2010 a 28/11/2010

CURADORIA: Marcelo Duarte

EXPOGRAFIA: Studio Ronaldo Barbosa

ARTISTA CONVIDADO: Paulo Ito